TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

Abel B. Pereira

CLAMOR


Minha arma é meu verso
errado ou certo
na procura do que está por longe,
no encontro do que está por perto.

E ainda no clamor das luzes,
cinzas no abafar solene do meu grito
tão pequeno seja eu
menor que o meu conflito,
tão grande seja ele
que não caiba dentro do infinito.

 

VOLTAR