TODOS OS POETAS

Antologia Poética

Adilson Jacinto

POETA LOUCO

Ainda há pouco um poeta louco.
Ainda louco um poeta pouco.
Transeunte do destino,
Se afastando do passado.
Tentando lograr o presente,
Loquaz, de olhos arregalados,
Ciente de que o futuro
É irremediavelmente cruel.

VOLTAR