TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

Bernardo Malmann

 

 MEU OUTRO EU

Onde andas,
Que não te encontro?
Sumiste
Deixando poucos vestígios
Daquilo que foste.
Saiba,
A tua ausência
Está sendo sentida.
Saudades,
Meu outro eu.
Em teu lugar
Tenho colocado
Vários eus
No afã de que um deles
Se pareça contigo.
No entanto,
É inútil.
E a cada tentativa frustrada
Mais longe te sinto.
Maior é o buraco negro
Entre o eu adulto
E o eu adolescente.

 

VOLTAR