TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

CAFÉ COM POESIA

Guido Carlos Piva


Quando a morte em toc, toc,

Bater à porta lá de casa...

Quero estar desprevenido

Quero estar fazendo nada.

Quando entrar em minha sala

Quero estar de bem com a vida

Não irei olhar seu rosto

Nem ouvir a sua fala.

Apenas quero que aceite
Como meu último deleite

Poder morrer em alegria...

Tomar café com leite

Com biscoito e poesia!

 

 

VOLTAR