TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 


Cris


AMOR PROFANO


 
Toca-me a face, com carícias brandas
Busca-me nas ondas mansas
Desvenda-me nos aromas mais sutis
Descobre com desvelo
os meus sonhos de criança
Invade com astúcia
meus desejos juvenis
Deixa escapar entre os dentes
palavras deste amor profano
E embala-me como a um anjo
no sussurrar da brisa
até que, por encanto
estejas eternamente
aprisionado nos meus sonhos.

 

VOLTAR