TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

Dirce T. Pimentel

 

AMOR LEVIANO


Esse amor leviano
Que existe em mim,
Me incendeia a alma
E a brisa calma
Alivia o fogo
Desse querer insensato.

Ah, quero o momento,
O toque, o ato,
Quero a sutileza
Daquele breve sorriso,
Daquele corpo preciso,
Febril e arrepiado.

Ah, esse amor complicado
Me faz até querer um agrado,
Feito criança imprevista,
Impunidade e malícia.

Tanta coisa faz esse amor
Ser um amor leviano,
Anarquista,
Mas um amor que sabe a delícia
De ser livre
Quando é pra acontecer.

 

VOLTAR