TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

Erna Pidner

 

INSPIRAÇÃO

 

Por que te evades, inspiração?Em que refúgio vou te encontrar?
Te afugenta a vã razão
O imediatismo incomoda tanto
Franco conflito te esvazia
Não mais motivo para teu canto
Serão ternura e nostalgia?

Dormes no topo dessas montanhas
Na verde relva, entre os duendes
Pelos caminhos não percorridos
Nos corpos suados, adormecidos,
Na vida mansa, lá na fazenda
Na indagação de homens ateus
Em reencontros, num triste adeus?

Se retornares, eu te prometo
Farei poemas, lindo soneto
Sem macular tua nobre essência.
Na tarde calma, ao longe, a aragem
Há de espalhar suave mensagem!
Volta depressa, eis o momento;
Te espera, livre, meu pensamento!

 

VOLTAR