O TEMA DO POEMA

Antologia de Poesia Temática

FLORES

 

O NOME DA FLOR


Luiz Carlos Amorim


A primeira flor
de jacatirão
da primavera,
em outubro,
tem um nome:
Saudade...

 

FLORES NO MEU PLANETA


Rosângela Borges


Agora eu sei,
Há flores
Na minha cidade
E é aqui o meu lugar.
É aqui que planto
Meu anjo
E escolho minhas flores.

Agora eu sei,
É este o meu planeta,
É esta a minha cidade,
Que se veste de anjo
E que se pinta de flor...

 

AMEAÇA


                                           Luiz Carlos Amorim


Os pés de jacatirão
explodem de novo em cores,
enfeitando os caminhos,
anunciando o verão.

Árvores majestosas,
distribuindo beleza
por todo o sul do país.
Mas estão ameaçados,
os arautos coloridos.
A cada ano que passa,
mais se faz desmatamento,
menos árvores florescem...

Se morre o jacatirão,
quem é que vai enfeitar
o verde de nossas matas?
Quem confirma a primavera
e anuncia o Natal?
Quem ensinará a ver
com tão singela beleza
que podemos ser feliz
es?

 

DE PASSAGEM


Silvinha


Por ser flor
talvez pouco entendesse
de solidão...
Talvez só compreendesse
o vento e a chuva,
a brisa que passou,
o ramo que cresceu...
Mas talvez suas cores tivessem
o brilho daquele mesmo sol
e seu perfume lembrasse
aquelas lembranças
que quase esqueci
... de passagem
... por aí...

 

EXPLOSÃO


Luiz Carlos Amorim


É novembro,
dezembro, janeiro...
Explode com força a cor
da flor do jacatirao:
Pétalas de esperança
colorindo o futuro...
Sinal de vida, ainda,
a luz do nosso caminho...

 

FLORES E PEDRAS


Luiz Carlos Amorim


A cada dia que passa
cada vez mais me convenço
de que, a despeito de tudo,
eu consigo ser feliz.

As pedras do meu caminho?
Em algum trecho estarão.
Mas em tantos outros trechos
florescem jacatirões,
extremosas, flamboians,
primaveras, azaléias,
petúnias e onze-horas
e sorrisos de crianças.

É pouco prá ser feliz?
Sinceramente, não acho.
A felicidade existe, sim,
é só saber encontrá-la.
E ela pode estar aqui...

 

ÁRVORE-FLOR


Luiz Carlos Amorim


Meu pé de jacatirão
caiu semente em mim
brotou viçoso e verde,
fincou raízes,
cresceu frondoso
e desabrochou,
floresceu cores.
Pintou de branco,
rosa e lilás
todo o chão
do meu coração...

 

VOLTAR