TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

J. B. XAVIER

 

GAIVOTA FERIDA

 

Como gaivota perdida
Desgarrada,
Pousei em teus sonhos
Mais remotos...
E como antigas fotos
Amareladas,
Trouxe-te lembranças
Esquecidas...
Como gaivota desgarrada
Perdida
Pousei sobre os rochedos
Dos teus medos,
E como bálsamo refrescante
Curei tuas feridas
E curaste as minhas...
Comigo, também tu
Aprendeste a voar
Pelo firmamento
E a transformar
A eternidade em momento.
E no veludo de muitos poentes,
Em mágicas auroras de luz
Em nuvens plenas de desejos,
Em águas profundas
Onde reluz
A centelha do amor,
Voamos
Nas asas dos desejos,
Em melodias e arpejos,
Em sinfonias e beijos,
Em doces ciclos
De esperanças...
Em risos puros
De puras crianças
Em um amor liberto
E sem fronteiras,
De hinos a entoar...
E assim curaste minhas feridas
Deste-me a vida...
E eu te ensinei a voar

 

E-mail do autor: j.b.xavier@uol.com.br

Http://www.usinadeletras.com.br

 

VOLTAR