TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

Lucia Helena O. Cavichioli

 

CHEIRO DE INFÂNCIA

 


Embaixo do pé de laranja

eu vivi os melhores anos de minha vida.

Sentávamos, aproveitando a sombra,

cúmplice, que ouvia nossas histórias,

nossas piadas e brincadeiras.

Éramos crianças, e como tal,

despreocupadas com o resto do mundo.

Porque para nós, o mundo também era criança.

E nossas pieguices nos permitiam rir,

brincar e sonhar, no quintal de terra vermelha

fuçando no toco das árvores,

lavando os pés no riacho.


Lembro da gritaria

quando soava o chamado para o almoço.

Via-se o alvoroço dos cães farejando o aroma do feijão

com lingüiça e louro... das batatinhas fritas na hora...

no fogão fumegando,

as panelasrecheadas da melhor comida

que comi em toda minha vida.

O pomar...nosso encontro com a sobremesa

ora comíamos frutas do pé, ora doces em compotas.

A tarde passava, e com ela as pipas, o esconde-esconde, a amarelinha...

ah, o cheiro de sonho com creme... que saudades!

-"Olha a revoada" - gritava vovô.

Eram as andorinhas que voavam no estonteante céu pintado de azul,

matizado pelas cores quentes do por de sol mais bonito que já pude contemplar.

E no alpendre as vozes alegres

trazidas pela brisa

vozes que hoje já não ouço mais,

perderam-se no tempo, no espaço

no infinito...

Vozes veladas e amadas

de pessoas queridas que fizeram parte da minha história

das minhas tardes

das tardes da minha infância

embaixo do pé de laranja.

VOLTAR