TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

Luiz Fernando Prôa

 

ARCO-ÍRIS


Se arco-íris tu fores
Irei até o teu extremo
Tua nascente
E beberei de teu tesouro
Que é perfume
Cores de tua alma
De teu corpo
Pote de tuas multifaces
Multicores
Revelarei tonalidades
Boca, olhos, pêlo
Sensualidade
Se arco-íris tu fores
Quero ser aquela cor
A que guardas mais fundo
A que chamas de amor


                                 
 luizproa@uol.com.br

 

VOLTAR