TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

ATÉ AMANHÃ, MEU AMOR.


Marli de Jesus Hickman

Vai...Nem disseste ainda: vou...
Já sinto em meus lábios
O sabor daquela lágrima
Que meus olhos já não retêm.
Meu coração já diz: vem!

Vai...
Nem dissestes ainda porque,
Minha voz quase afogada implora que expliques,
Meu corpo, trêmulo de carência,
Já reclama tua ausência

Vai...
Nem tocastes ainda minhas mãos dizendo: vou...
Já quero trazer-te num abraço ou contigo ir...
Minha alma já partiu - se em mil e chora!
Até amanhã meu amor, te espero aqui,
Na mesma hora!

 

 

VOLTAR