TODOS OS POETAS

Antologia Poética

 

Orlando Zamilian

 

 QUEM SOU?


Vivo.
Sou parte do todo.
(Do povo)
Sou mortal
E eterno.
Feliz se amo
Se me governo.
Vivo sob estrelas
E menos verdades
Que mentiras
E névoas escuras.
Como frutos proibidos
E o amanhecer é lindo,
Mas me assusta a metafísica.
Luto ferozmente
Mas os dias me fazem
Como as águas do moinho
E a tarde é silêncio.
Sonho com mil escadas
com mil cidades
...E a noite é estranha.
Frágil como uma gota de orvalho
que cai na terra antes da aurora,
como um grão de semente,
vivo por um fio
de esperança.

 

VOLTAR